5 erros que as pessoas cometem ao comprar uma franquia 5 erros que as pessoas cometem ao comprar uma franquia
Comprar uma franquia é uma perspectiva animadora para muitas pessoas – e começar um negócio com uma marca já conhecida, usufruindo da experiência da rede, pode ser um bom caminho. Mas a empreitada não vem sem riscos e estresse. Há muitas coisas a se considerar antes de adquirir a unidade e durante a operação. Por isso, o franqueado precisa se preparar para não cometer erros comuns, como aqueles relacionados a questões jurídicas, ao entendimento do mercado e ao relacionamento com outros empreendedores. O site da Inc. elencou cinco erros que o franqueado não pode cometer. Confira – e não incorra nesses equívocos.

1. Não entender o mercado ou não fazer uma pesquisa aprofundada

Em outras palavras, isso significa priorizar um modismo em vez de um negócio realmente necessário na sua área. É preciso pensar no mercado para aquela franquia e se você terá ou não uma base de clientes. Considere se esse tipo de produto ou serviço vende bem e se a localização será um fator importante. Será que o mercado pode mudar logo? Ser uma moda ou uma paixão sua pode não significar sucesso comercial.

2. Não conversar com outros franqueados da marca que você está avaliando

Muitas pessoas compram uma franquia após terem conversado com muitos conhecidos – família, amigos, advogados, funcionários. Mas se esquecem do grupo mais importante: os empresários que já têm uma unidade daquela marca. São eles que conhecem o negócio melhor que todo mundo e têm insights valiosos sobre estar à frente daquela loja. Sabem como é o dia a dia, o mercado e o comportamento do cliente e podem ajudar o candidato a tomar uma decisão melhor.

3. Achar que você poderá manter a sua independência

Diversos empreendedores entram no franchising porque querem ser seus próprios chefes. Mas essa não é a realidade. Os franqueados precisam confiar nos seus franqueados. Como empreendedor, você terá de domar a sua independência. Lembre-se de que o franqueador conhece o sistema melhor que você (pelo menos enquanto a sua loja estiver começando). Se isso não parecer adequado para você, considere se a franquia realmente é o melhor caminho.

4. Não aprender a implementar o sistema de franquias

Como franqueado, seu trabalho não é reinventar o sistema: é seguir o sistema. Você precisa aprender os detalhes da operação e seguir os programas de treinamento. É importante que o franqueado tenham um plano de ação documentado e invista tempo para aprender o funcionamento da loja.

5. Colocar o carro na frente dos bois

Aprenda a implantar o negócio antes de se aventurar com a abertura de várias lojas. Os franqueadores querem ver o sucesso de uma unidade antes que o franqueado abra a segunda – ou a décima. Mergulhe em um conceito de franquia antes de pensar nos próximos.
 

Redação - Revista PEGN
Tags: Franquias, Empreendedorismo
08/03/2017 - 3 dicas para lidar com troca e devolução de produtos
19/04/2017 - 5 erros que as pessoas cometem ao comprar uma franquia
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
empreendedorismo estratégias crise pdv franquias vendas comércio ponto-de-venda loja varejo franchising vitrine negócios dicas exposição ecommerce layout planejamento operações franquia

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront